Sessão Pública em Homenagem à Tiradentes foi Realizada em Patrimônio Histórico sob a estrelas do belíssimo céu de abril

Na iluminada noite de  27 de abril, foi realizada a Sessão Pública em Homenagem ao herói nacional Joaquim José da Silva Xavier –“Tiradentes”,  na Igreja do Distrito de Guaicuí, Oriente de Pirapora.   

Com presença do Eminente Irmão Cláudio William Alves, Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil – Minas Gerais; do Sereníssimo Irmão Edílson de Oliveira, Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica de Minas Gerais e do Eminente Irmão Celso Rafael de Oliveira, representando a Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira, a  Sessão Pública contou com a presença de Irmãos das Lojas que compõem a União de lojas da Região Centro Norte de Minas e seus familiares, representada pelo seu presidente, Rafael Magno Figueiredo. Todos os convidados foram recepcionados carinhosamente pelos Irmãos Helder Braga de Melo, Coordenador da 28ª Regional do GOB-MG; Vladmir Ap. Aguiar Mota, Membro do ilustre Conselho do GOB-MG; Fabricio Iracy Simões, Delegado das Grandes Lojas de Minas Gerais;  Deputados Federais IIr.’.Célio Lima Sobrinho, Miguel Arcanjo Garcia e José de Medeiros Junior; Deputado Estadual  Ir.’.João Carlos da Luz; Veneráveis Mestres IIr.’. José Maria Batista Coelho, da A.’.R.’.L.’.S.’. Fraternidade Piraporense;  Waldir Cardoso dos Santos, da  A.’.R.’.L.’.S.’. Acácia Varzeapalmense,;  Carlos Joubert Cerqueira Magalhães, da A.’.R.’.L.’.S.’. Obreiros da Paz; Salvador Tadeu Vieira, da A.’.R.’.L.’.S.’. Diamantes de Jequitaí;  Anderlon André de Souza Reis,  da A.’.R.’.L.’.S.’. Deus , Pátria e Família, do  Oriente de Corinto. 

A  A.’.R.’.L.’.S.’. Templo da Sabedoria , do oriente de Ibiaí e a  A.’.R.’.L.’.S.’. Fraternidade e Justiça, do  oriente de Curvelo, também se fizeram presentes. Foram homenageados: Eduardo Monteiro de Morais, Prefeito de Pirapora; Dr. João Paulo Fernandes, Promotor Dr. Carlos Renato de Oliveira Correia, Juiz de Direito; os Irmãos Jair Alves Pereira, Salvador José de Campos Neto e  Geraldo Antônio Magalhães Barbosa.

A Igreja foi construída por escravos, no século XVII e é considerada patrimônio histórico de Minas Gerais

À luz do crepúsculo, o Templo toma forma, sob os olhos cuidadosos dos Obreiros

A Sessão Pública aconteceu sob a estrelas do belíssimo céu de abril

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *